Como adotar métodos ágeis?
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Como adotar métodos ágeis?

Se você está acostumado a gerenciar projetos sabe que um dos maiores desafios ao ocupar esta função é garantir que, durante a execução, a entrega final será capaz de atender – ou ultrapassar – as expectativas iniciais. 

 

Em busca de superar as adversidades ocorridas ao longo do andamento de projetos, surgem os métodos ágeis. Por meio deste tipo de metodologia o bom gerenciamento se torna possível, já que benefícios essenciais para o sucesso de quaisquer tarefas passam a ser percebidos –  como é o caso da melhoria da qualidade do alinhamento entre as equipes.

A seguir, vamos falar um pouco mais sobre o que são os métodos ágeis e quais são as suas vantagens. Além disso, se você quer saber como adotar métodos ágeis em sua organização, acompanhe!  

O que são métodos ágeis?

O que são métodos ágeis?

Percebendo que inúmeros problemas são comuns à maioria das equipes que gerenciam projetos – como as longas etapas de produção sem definição clara sobre as entregas, os impasses em relação a transparência e eficiência da comunicação entre os membros de um mesmo time ou de diferentes equipes, a falta de alinhamento entre a empresa e os clientes, entre muitos outros – os métodos ágeis foram desenvolvidos.

Em meio aos exemplos de métodos ágeis mais comuns, podemos citar: 

  • Lean
  • Scrum
  • Kanban
  • Microsoft Solutions Framework (MSF)
  • Dynamic System Development Model (DSDM)

Quais as vantagens dos métodos ágeis?

Quais as vantagens dos métodos ágeis?

Diferente dos métodos tradicionais, os métodos ágeis – conforme o nome sugere – são menos lentos e menos burocráticos.

Mas é preciso entender que ser menos burocrático não significa conviver com falta de processos ou disciplina, pelo contrário, para garantir a eficácia dos métodos ágeis é preciso cumprir a sua agenda com eficiência. Confira abaixo algumas vantagens da adoção de métodos ágeis para a sua equipe e para os seus clientes: 

Principais benefícios dos métodos ágeis para a sua equipe

  • Melhor qualidade do produto final;
  • Diminuição e melhor gestão dos riscos;
  • Visibilidade e clareza sobre todas as etapas do projeto – incluindo os custos;
  • Melhoria da comunicação entre membros da mesma equipe ou outros times;
  • Entregas mais rápidas e mais frequente – já que podem ser avaliadas por etapas.

Principais benefícios dos métodos ágeis para os seus clientes

  • Ciclo de entregas reduzido;
  • Recebimento de várias entregas paralelas;
  • Melhoria da comunicação com os parceiros;
  • Mais envolvimento e participação em projetos;
  • Maior flexibilidade para customização do produto.

Como adotar métodos ágeis?

Como adotar métodos ágeis?

Quando já se tem ciência do valor das metodologias ágeis, o próximo passo é questionar-se: como adotar métodos ágeis?

A resposta para essa pergunta dependerá da peculiaridade de cada organização, mas podemos partir, em linhas gerais, de duas abordagens:

  • Transformação organizacional deliberada
  • Transformação organizacional emergente

Mas o que elas significam e qual a diferença entre elas?

Transformação organizacional deliberada

Na transformação organizacional deliberada, acontece o tradicional fluxo realizado em qualquer consultoria de transformação: analisa-se a situação atual (o famoso as-is) para obter um diagnóstico e a partir dele é montado um plano de ação que defina os objetivos de onde se quer chegar (to-be).

Essa abordagem é muito válida e indicada para organizações em que a gestão de mudanças será um tema sensível, fazendo-se necessário escutar todos os setores envolvidos para garantir uma coalizão futura em torno do plano de ação.

Transformação organizacional emergente

Na transformação emergente, ocorre uma rápida revisão do processo usado pela organização, a partir da qual desenvolve-se logo um projeto piloto. A revisão é rápida porque envolve um número menor de pessoas e o principal objetivo é simplificar o processo, sem a necessidade de envolver todos os setores da organização. O projeto piloto deve ser simples, entretanto, deve apresentar um grande potencial de geração de valor para a empresa.

Quais as principais diferenças entre os tipos de transformação organizacional?

A abordagem deliberada parte do princípio da existência de um risco muito grande ao iniciar um processo de transformação sem envolver os principais formadores de opinião da organização. Sendo assim, é melhor ir um pouco mais devagar, obtendo o consenso durante o processo.

Já a abordagem emergente parte do princípio que é melhor agir o quanto antes, experimentar, colocar um produto em execução, obter feedback real e a partir de então, seguir em frente. Essa abordagem acredita que o sucesso em um projeto piloto conseguirá gerar a semente transformadora para organização, uma vez que os resultados serão visíveis em curto prazo e será possível gerir o processo de desenvolvimento.

Se olharmos em direção aos princípios dos métodos ágeis, fica claro que a abordagem emergente é a mais natural, pois ela própria se fundamenta nos princípios de agilidade.

No entanto, ainda que isso possa parecer irônico, é importante que a liderança organizacional tenha conhecimento suficiente de sua própria empresa para saber como iniciar a mudança com o menor risco possível. 

Muitas vezes, isso pode exigir um pouco mais de calma e a adoção de um processo de consultoria tradicional, deliberado, de maneira a evitar conflitos internos. Mas se a empresa possuir autonomia para gerir a adoção de uma nova abordagem, a emergente mostra-se mais eficiente, uma vez que apresenta resultados mais rápidos que as tradicionais – e é possível fazer alterações e adaptações conforme feedback real de um software em execução.

Tem alguma dúvida sobre como adotar métodos ágeis ou sobre qual abordagem utilizar?
Converse com a gente! Podemos te ajudar a mapear as suas demandas internas e identificar qual das abordagens se adequa mais a sua organização.

Tá na dúvida?

[email protected]

R. Antônio de Albuquerque, 330 – 14° andar
Savassi, Belo Horizonte – MG, 30112-010