Stock Traders In A Meeting
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Diurno

Conheça os 12 princípios dos métodos ágeis

Empresas de tecnologia estão familiarizadas com a gestão de projetos e tomam a dianteira quando o assunto é identificar melhores práticas para entregas mais efetivas e de alta qualidade em ambientes de extrema incerteza, como no caso de desenvolvimento de softwares. É por causa deste pioneirismo que hoje os métodos ágeis fazem parte da estratégia dessas organizações e servem como ponto de partida para outros tipos de projetos.

Dessa maneira, compreender a essência dos métodos ágeis e suas diretrizes para o desenvolvimento de projetos mais afinados com as necessidades do mercado é essencial para que a sua empresa se torne mais competitiva e rentável. Por esse motivo, no artigo de hoje apresentamos os 12 princípios dos métodos ágeis, ou seja, a essência dessa metodologia de trabalho e como ela impacta sua organização de maneira positiva.

O que são metodologias ágeis

A gestão de projetos tradicional, ou seja, em cascatas, tem sido eficaz a seus propósitos. Contudo, conforme a tecnologia avança e o ambiente de projetos se torna inconstante e desafiador, baseado na inovação e na agilidade que o mercado exige, é preciso atender a esse novo contexto de outra forma, ou seja, acelerando o desenvolvimento de projetos sem perder a qualidade e aderência do produto final aos propósitos dos clientes.

É aí que surge o conceito de metodologias ágeis de projetos, uma maneira de responder ao mercado através da aplicação de melhores práticas que primam pelo desenvolvimento iterativo e incremental de softwares e outras soluções, entregando valor ao longo do projeto através de ciclos de menor duração (de 1 a 4 semanas), com produtos parciais e em funcionamento a cada fase. Com fases menores e recursos incrementais, a equipe de projetos pode atender rapidamente a mudanças de cenário, preservando recursos e garantindo a adequação do produto final às reais necessidades do cliente.

O manifesto ágil

Com a ideia em mente, um grupo de profissionais da área de tecnologia desenvolveu o Manifesto Ágil, que traz 4 valores básicos para o desenvolvimento ágil de projetos e 12 princípios, os quais são o foco do nosso artigo. Os valores preconizados pelo Manifesto Ágil são:

  1. Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas;
  2. Software em funcionamento mais que documentação abrangente;
  3. Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos;
  4. Responder a mudanças mais que seguir um plano.

Os itens que se apresentam em negrito são os fundamentos dos métodos ágeis, priorizando pessoas e soluções em detrimento dos processos burocráticos do modelo tradicional de gestão de projetos. Os 12 princípios dos métodos ágeis são desdobramentos desses valores.

1. Satisfação do cliente através da entrega contínua

A confiança do cliente é de suma importância para a equipe do projeto e é conquistada através de entregas contínuas, realizadas a cada nova iteração (ciclo) de desenvolvimento. Esta ação permite planejamento em fases e reduz o grau de incertezas da equipe em relação ao desenvolvimento do projeto.

2. Mudanças são bem-vindas

Ao contrário da gestão de projetos tradicional, que evita mudanças a todo custo, os métodos ágeis aceitam a mudança como algo natural em um projeto, dando abertura para adequações de projetos, inserção ou abandono de funcionalidades e maior agilidade no desenvolvimento de uma solução mais condizente com o que o cliente espera.

3. Entrega de software funcional com frequência

A cada nova iteração um software funcional é entregue ao cliente, permitindo que a implantação do projeto seja feita gradualmente e de maneira ordenada, priorizando-se as funcionalidades que mais geram valor ao negócio e a eficiência e eficácia do projeto como um todo.

4. Executivos e desenvolvedores trabalham em conjunto

O envolvimento do cliente é essencial na gestão ágil de projetos, facilitando a comunicação e cumprimento dos requisitos do sistema com primazia. A visão de negócios aliada à visão tecnológica permite uma melhor tomada de decisões e maior agilidade no desenvolvimento da solução.

5. Desenvolvimento de projetos em torno de pessoas motivadas

As equipes de projetos que trabalham com métodos ágeis são auto gerenciáveis, ou seja, conhecem suas atribuições e as desenvolvem sem a necessidade de supervisão constante, criando um clima de confiança e colaboração inestimável para a conclusão do projeto.

6. Interação face a face

A melhor maneira de transmitir informações e estabelecer padrões de ação e comportamento é através da conversa face a face, por isso os métodos ágeis levam em consideração reuniões diárias de alinhamento, assim como interações de maior complexidade a cada iteração para rever o que foi feito e planejar os próximos passos.

7. O progresso é medido através de softwares funcionais

O foco dos métodos ágeis é a entrega de um software funcional a cada iteração, ou seja, em resultados palpáveis e de alto valor agregado para o cliente. Outras formas de controle são secundárias e, muitas vezes dispensáveis, visando manter a agilidade do processo de desenvolvimento.

8. Desenvolvimento constante e sustentável

A agilidade do desenvolvimento do projeto está ligada à capacidade de produção da equipe, sendo que horas extras e esforços adicionais não são recomendados. A sustentabilidade das ações e entregas é mantida através de um número de horas de trabalho adequado, que permite à equipe o descanso devido para uma nova fase de desenvolvimento.

9. Excelência técnica acima de tudo

A gestão de projetos baseada nos métodos ágeis é incremental, ou seja, uma fez atingida a excelência técnica, outros fatores como design e adequações são desenvolvidos a cada nova iteração sem impactar na agilidade do desenvolvimento da solução.

10. Simplicidade 

Reduzir a carga de trabalho sem perder na qualidade da solução é uma medida importante para um time ágil de projetos. Evitar o retrabalho e esforços desnecessários permite que o cliente receba a solução em menos tempo e assim possa rentabilizar seu investimento.

11. Times autogerenciáveis

O comprometimento do time de projetos é fundamental para uma metodologia ágil, por isso o trabalho executado atinge um nível de excelência acima do normal. As pessoas sabem o que precisam fazer e o fazem, sem perda de tempo ou de recursos.

12. Busca pela efetividade

A tempos regulares, o time de projetos se reúne para avaliar o seu desempenho e desenvolver novas maneiras de se tornar mais efetivo, contribuindo para que se torne ainda mais ágil e eficaz na execução de suas atribuições.

Com a correta implementação dos métodos ágeis na organização, a empresa aumenta sua capacidade de resposta a mudanças, gera valor para os acionistas, eleva o ROI (retorno sobre o investimento) e minimiza os riscos inerentes ao negócio, atingindo níveis excelentes de eficiência e eficácia.

Se você ficou interessado em implementar métodos ágeis na sua empresa, continue acompanhando o blog da DTI. Frequentemente compartilhamos conhecimentos preciosos para que você aumente a efetividade dos seus negócios!