cultura de aprendizagem contínua
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Cultura de Aprendizagem Contínua: como aplicar e como aplicamos?

Cultura de aprendizagem contínua 

O que é a cultura de aprendizagem contínua? Basta olhar em volta para perceber como as transformações no mundo atual se dão de maneira rápida e impactantes em nossas rotinas. O surgimento de novas tecnologias a todo momento, a atualização das já existentes e a circulação de informações são bons exemplos disso. 

Novidades como essas acabam gerando novas necessidades humanas compatíveis com a velocidade das mudanças, e o mercado. Por sua vez, busca se adaptar constantemente às necessidades das pessoas, se tornando inovador e disruptivo.

Diante desse cenário surge a cultura de aprendizagem contínua. Ele é caracterizada por um conjunto de recursos que encorajam a saída da zona de conforto e possibilitam a mudança de mindset dos indivíduos. Ou seja, não se sentencia o conhecimento como um evento acabado e estático, mas sim como um elemento que requer atualização e cultivo praticamente diários.

É sobre essa mentalidade de aprendizagem contínua que vamos falar hoje! 


Como aplicar a aprendizagem contínua?

A cultura de aprendizagem contínua, para ser eficientemente aplicada, possui alguns pilares. Um deles é o foco nos chamados ecossistemas de aprendizagem. Eles são a criação de ambientes divertidos e envolventes que possibilitam a aquisição de novos conhecimentos de maneira casual. Além de estimular a troca de conhecimentos e experiências da maneira mais fácil e ágil possível.

O que é Microlearning e qual sua aplicação na aprendizagem contínua? 

Um conceito muito importante nesse contexto é o de microlearning. Ele auxilia na construção da cultura de aprendizagem constante e ágil, sendo mais uma adaptação ao mundo acelerado e à maneira de recebermos informações. O microlearning é uma maneira de conciliar aquisição de conhecimento de forma objetiva com a otimização de tempo. Ou seja, viabilizar o aprendizado sobre determinado tópico em um reduzido intervalo de tempo.

A aprendizagem contínua, em combinação com o microlearning, auxilia na formação de times ágeis, que se desenvolvem com maior adaptabilidade e capacidade de acelerar o processo de aquisição de conhecimento. Esses times se ajustam às mudanças e acompanham as necessidades do mercado, apresentando resultados de maneira eficiente e fortalecendo cada vez mais a ideia de empresas ágeis. 

Pesquisas realizadas pela equipe DevOps Research and Assessment (DORA) demonstraram os impactos da cultura organizacional focada em fomentar o aprendizado. Entre eles podemos mencionar a maior frequência de implantação, sólida cultura de conjunto, tempo de lead reduzido para alterações e para alterar taxas de falhas e restaurar o serviço.

 

Qual o diferencial ao se adotar a cultura de aprendizagem contínua?

Adotar a aprendizagem contínua é uma forma de trazer destaque às empresas. Isso acontece uma vez que colaboradores com hábito de aprender tornam-se mais criativos, engajados e inovadores em suas ideias. Além disso, o estudo é uma excelente forma de descobrir novos temas que se transformam em paixões na carreira de um profissional.

O agilismo é um conceito bastante presente na visão dti, que busca atender às necessidades do mercado, utilizando-se de boas práticas para o desenvolvimento de projetos que geram valor. Em razão disso, o agilismo possui um importante papel e uma intrínseca relação com a cultura de aprendizagem contínua. Isso ocorre por ambos estarem focados na qualidade e na rapidez das transformações.

Considerando o ciclo de aprendizagem, uma das práticas mais essenciais para que se conquiste a fluência em determinado conhecimento é a prática, conforme se observa na imagem abaixo:

Ciclo da cultura de aprendizagem contínua

 

Como aplicamos a cultura de aprendizado na dti?

A cultura organizacional da dti converge com a cultura de aprendizagem contínua ao possibilitar a seus colaboradores a oportunidade de desfrutar de um ambiente propício ao constante enriquecimento de conhecimentos. Isso acontece por meio de ferramentas focadas em fornecer a troca de conhecimento entre pessoas com diferentes papéis e que possuem interesses comuns em temas específicos.

Exemplos dessas ferramentas são as guildas. Elas são encontros que atravessam estruturas da companhia – tribos, squads, alianças – possibilitando, inclusive, interdisciplinaridade. Também existem os KTs (knowledge transfer), que se caracterizam em uma troca de conhecimentos de uma maneira mais expositiva e passiva, porém igualmente enriquecedora.

Existem inúmeras formas de se aproveitar nossa capacidade de aprender, afinal cada pessoa se adapta a uma metodologia específica. Para aprender de maneira mais ágil e apresentar os resultados esperados é importante que se conheça qual método é capaz de nos proporcionar o aprendizado de forma mais eficiente. Cabe observar que a cultura de aprendizagem contínua possui um leque amplo de possibilidades, se adaptando às necessidades de cada um.

A seguir, um vídeo que possibilita um autoconhecimento no processo de aprendizagem:

Preencha seus dados para receber nossa newsletter!

Ficou com dúvidas?

contato@dtidigital.com.br
R. Antônio de Albuquerque, 330 – 14° andar
Savassi, Belo Horizonte – MG, 30112-010

Cuidado

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para analisar sua experiência no site e personalizar conteúdos e anúncios durante sua navegação. Ao navegar pelo site, você autoriza a DTI Digital a realizar tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.

You will be redirected to spotify