Desk Research
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Desk Research (Pesquisa Desk): como utilizar no processo de Design Thinking

dti digital

dti digital

Um dos nossos colaboradores especializados!

Uma das etapas mais importantes para garantir o sucesso de um produto ou de uma interface dentro do Product Design, é a de pesquisa Desk. Uma das principais é a Desk Research. Nesse artigo, vamos falar sobre o que é Desk Research (ou Pesquisa Desk) quais são os tipos de desk research existentes e muito mais. Confira:

Product Discovery: o processo de pesquisa dentro de produtos

O processo de product discovery tem uma abordagem totalmente centrada no usuário com foco em gerar soluções criativas para todos os tipos de problemas, através da co-criação do time de produto, evitando desta forma desperdícios de tempo, esforço e dinheiro. Caracterizado como uma jornada de aprendizado constante, que busca entender o que faz sentido para o usuário, ajudando a responder às principais perguntas que geram incertezas para construção do produto ideal. Assim, como conceitua Marty Cagan, product discovery é um processo para definir um produto valioso, útil e viável.

Neste processo é preciso ouvir seus possíveis usuários e envolver mais pessoas que se correlacionam com o problema a ser resolvido. Ouvir nossos clientes e usuários nos traz percepções incríveis de experiência, do que eles estão realmente usando do produto, se a solução os atendem da melhor forma, se sentem falta de algo e como podemos melhorar o produto baseado em alguma necessidade específica deles.

A chave está na empatia pelas pessoas que irão de alguma forma interagir ou utilizar nossas soluções, aqui deixando os ‘achismos’ de lado e tendo curiosidade sobre nossos usuários. O feedback antecipado sobre o que iremos construir é o melhor caminho, então não devemos ter medo de procurar nossos usuários e perguntar a eles sobre nossa solução, mesmo que ela ainda não esteja finalizada!

O pensamento deve ser: construir pequeno, testar rápido e melhorar continuamente.

 

Evidências Reais De Um Caminho Certo: Product Discovery

Como evidenciar que o seu produto está no caminho certo? Se você não está se perguntando constantemente se o seu produto está oferecendo tudo o que ele se propõem, esse é o caminho errado. Uma das melhores formas de evidenciar de fato que o seu produto está no caminho certo é fazendo com constância o processo de Discovery. Confira esse episódio do’s Agilistas sobre o assunto:

Podcast sobre produto

O que é Desk Research?

A Pesquisa Desk ou Desk Research  é um dos muitos recursos utilizados por empresas e indivíduos no processo de Design Thinking. Mais conhecida como Desk Research, essa ferramenta consiste em fazer um grande levantamento de material já publicado em relação ao público-alvo ou ao produto (ou pessoa) pesquisado. A base de dados para a Pesquisa Desk são normalmente documentos oficiais, pesquisas já realizadas ou material de mídia como jornais, revistas e websites. A abordagem de Desk Research em UX é complementar ao tema, e falaremos sobre ela mais adiante.

Qual a diferença entre Desk Research e Benchmarking?

Esse tipo de pesquisa pode ser, muitas vezes, confundido com o que chamamos de Benchmarking. Entretanto, existem diferenças importantes.

o Benchmarking é um processo contínuo de comparação dos produtos, serviços e práticas empresarias entre os mais fortes concorrentes ou empresas reconhecidas como líderes.

Já a Pesquisa Desk não se atém apenas à concorrentes ou líderes, mas tem como objetivo descobrir itens novos e interessantes. Os temas para pesquisa também são mais amplos e é essencial estar ciente de possíveis conexões e inter-relações entre temas.

Geralmente, a desk research (Pesquisa Desk) é uma boa solução para sistematizar um conhecimento já existente dentro de uma empresa, oferecendo um novo olhar que oferece poderosos insights sobre determinado assunto. Em outros casos, essa pesquisa permite estabelecer um conhecimento prévio do mercado antes que outros tipos de levantamento de dados (como entrevistas ou pesquisas de campo, por exemplo) sejam conduzidos. De qualquer forma, a Pesquisa Desk é fonte de referências importantes e acaba por revelar tendências e inspirações.

O que é o Design Thinking?

O design Thinking é o conjunto de métodos e processos para abordar problemas, relacionados à futuras aquisições de informações, análise de conhecimento e propostas de soluções. Uma forma de resolver problemas, desenvolver produtos e pensar projetos baseado no processo cognitivo que os designers usam. Fazem parte do pacote: pesquisa, brainstorms, seleção de ideias, prototipagem.

“Design Thinking é uma abordagem antropocêntrica para inovação que usa ferramentas dos designers para integrar as necessidades das pessoas, as possibilidades da tecnologia e os requisitos para o sucesso dos negócios”, conceitua Tim Brown, autor do livro Change by Design.

Como fazer o processo de Design Thinking?

Nesse episódio de Os Agilistas com a Yasmin Fonseca, Fabíola Faria, Camila Palhares e Gabriel Tavares, uma equipe de designers, para falar sobre o processo de Product Discovery em um ambiente virtual. Será possível aplicar as metodologias do design thinking de forma remota? Qual caminho seguir e quais ferramentas utilizar? Não perde tempo e já corre para sua plataforma de streaming preferida, porque explicamos como fizemos tudo isso, na prática. Confira:

podcast sobre design

Tipos de Desk Research para Design Thinking

Em termos de metodologia, existem dois tipos principais de desk research (Pesquisa Desk):

Desk Research interno

No desk research interno, são analisados dados internos de uma empresa, como informações referentes à quais tipos de produtos são vendidos, em quais quantidades, à qual custo e à qual tipo de consumidor. Muito frequentemente, processos utilizados por determinado setor dentro da empresa, podem oferecer boas ideias para o restante da equipe. A principal vantagem aqui é a facilidade em encontrar dados e o número reduzido de recursos utilizados.

Desk Research externo

Como você pode imaginar, a pesquisa externa extrapola os limites da empresa e busca informações nas mais variadas fontes, sempre tendo em mente a relevância dos dados encontrados. As principais fontes são:

  • Internet

  • Dados Governamentais

  • Conversando com o usuário

Internet

Com certeza, essa é a fonte com o maior número de informações. Mas cuidado! É muito fácil perder o foco ao realizar uma busca online. É importante definir diretrizes para a pesquisa, listar temas principais e ficar de olho no tempo gasto no processo, para que o esforço desprendido gere bons resultados.

Dados Governamentais

Órgãos governamentais geralmente publicam anualmente o resultado de pesquisas realizadas em áreas sociais, financeiras ou econômicas. Tais dados podem ser um bom ponto de partida para definir, por exemplo, hábitos de consumo ou comportamentais do seu público alvo.

Conversando com os usuários

Uma das melhores práticas para se extrair informações para uma pesquisa é conversando diretamente com o usuário. Ele é, sem dúvidas, quem melhor entende sobre como um produto ou serviço é utilizado. Portanto, o feedback proveniente dos consumidores é extremamente útil e pode ser utilizado de forma eficaz na continuação do processo de investigação.

Seja qual for a fonte selecionada, um desk research design thinking deve ser extensivamente planejado. Quanto tempo iremos gastar com pesquisa? Quantos players (ou temas) iremos analisar? Essas são perguntas essenciais e devem ser respondidas antes de mais nada. Além disso, é importante manter um registro de tudo que foi pesquisado afim evitar repetições e facilitar a consulta posteriormente.

Na dti, nós utilizamos a Pesquisa Desk como aliada no início do processo de Design Thinking. Os primeiros passos desse processo são geralmente caracterizados por incertezas e divergências de opinião. Mas não pense que isso é ruim – na verdade, esse aparente caos é essencial para fomentar a geração de ideias! Muitas soluções e alternativas surgem dessa pesquisa inicial, para convergir mais a frente em um conceito que guiará o projeto. A imagem a seguir caracteriza bem esse processo, mostrando a caótica fase de pesquisa em contraste à clareza do fim do percurso. design-thinking-graph

Se você se interessou por essa abordagem, nós recomendamos procurar mais sobre e testar no processo da sua empresa. A Pesquisa Desk é uma maneira eficiente em mostrar para o seu time os limites do projeto e fazê-lo visualizar claramente as perspectivas de ação.

Desk Research UX

Dentro do contexto de UX e UI Design, a pesquisa segue sendo o principal pilar para conhecer o usuário: ela auxilia no entendimento e mapeamento das dores e necessidades do usuário, duas ações que fazem o resultado final do produto serem melhores.
Ainda assim, muitas organizações têm dificuldade de fazer o Research UX, uma vez que são duas competências distintas, mas sempre complementares. A parte de Research diz respeito ao processo de pesquisa, contextualização, etc. O UX, por sua vez, entende o usuário (ou cliente) em sua raiz, entendendo de perto suas necessidades.

Investir tempo na pesquisa pode ser mais demorado do que parece, pois além do tempo, é claro, é necessário investimento financeiro (para uso de ferramentas para Research ) e ter um ambiente dinâmico e ágil que possibilita testes.

Quer fazer parte de um time que possibilita testes e entende de tecnologia na prática? Se inscreva em nosso processo seletivo pela página de carreiras e escolha a vaga que mais tem a ver com você. Venha ser dti!

Preencha seus dados para receber nossa newsletter!

Ficou com dúvidas?

contato@dtidigital.com.br
R. Antônio de Albuquerque, 330 – 14° andar
Savassi, Belo Horizonte – MG, 30112-010

Cuidado

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para analisar sua experiência no site e personalizar conteúdos e anúncios durante sua navegação. Ao navegar pelo site, você autoriza a DTI Digital a realizar tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.

You will be redirected to spotify