Saiba tudo sobre cultura ágil pelos experts da dti.

Ouça e acompanhe nas plataformas abaixo.

SoundCloud
Spotify
iTunes
M1: Bom dia, boa tarde, boa noite. Este é mais um episódio de Enzimas, breves reflexões que te ajudam a catalisar o agilismo em sua organização. Pessoal, aqui no podcast a gente fala muito sobre pensamento sistêmico e sobre complexidade. É impressionante como esses conceitos são fundamentais para a gente entender essa crise do Covid-19 e as possibilidades para superar essa crise. Pensando do ponto de vista de pensamento sistêmico, fica muito claro que o efeito dessa crise só é entendido em sua plenitude quando a gente consegue pensar de forma sistêmica, quando a gente pensa de forma individual, a gente tende a menosprezar o problema, porque a gente tende a achar ou que nós estaremos de alguma forma ilesos ou que nós conseguiremos proteger quem está próximo da gente com algumas ações nossas. Ao fazer esse raciocínio, deixa de perceber o impacto que a gente traz no sistema de saúde como um todo, fazendo com que o sistema de saúde fique colapsado, não consiga mais atender a enorme quantidade de pessoas que vão chegar com o corona vírus no hospital e também deixe de atender todo mundo que chegasse por outros motivos, que chegasse por emergência, que tivesse alguma coisa para fazer. Isso já foi amplamente repetido e isso é amplamente ignorado a pesar de ser amplamente repetido, porque a gente tende a pensar individualmente, tende a pensar no que está mais próximo da gente, tende a sentir as coisas só quando elas de fato acontecem. Ou seja, na Itália claramente hoje o pessoal entende, infelizmente, o problema sistêmico, porque os hospitais estão lotados e tem pessoas morrendo o tempo todo, mas parece que a gente só percebe isso quando acontece mesmo. Outra coisa, a complexidade. A gente já falou aqui do (caeneb) [00:01:56]. Hoje, essa crise coloca a gente na região do caos, e na região do caos o que se tem que fazer é agir imediatamente. Essa ação de isolamento social é quase inevitável mesmo, porque ela é a única coisa que se pode fazer agora para ganhar tempo para evitar o colapso desse sistema e para tentar voltar o problema que nós estamos enfrentando lá para a região do complexo. Mas mesmo na região do complexo, ninguém sabe exatamente o que tem que ser feito. Então, para sair desse isolamento social, o que eu imagino é que o caminho seria a gente fazer várias experiências seguras para fracassar, safe to fail, como seria na linguagem do (caeneb) [00:02:42] para que você possa ir aos poucos percebendo como sair do isolamento sem o perigo de colapsar o sistema de saúde novamente. Então é isso, estamos vivendo um momento extremamente difícil, e um otimismo que existe nesse momento é que ele pode ensinar para a humanidade muita coisa e um dos aprendizados que a gente pode ter é de começar a entender as coisas de forma mais sistêmica, entender que o mundo é mais complexo e ter o efeito maior na solidariedade e na colaboração entre as pessoas.
: :
os agilistas

ENZIMAS #31 Reaja! Estamos no meio do caos

Ficou com dúvidas?

contato@dtidigital.com.br
R. Antônio de Albuquerque, 330 – 14° andar
Savassi, Belo Horizonte – MG, 30112-010