Saiba tudo sobre cultura ágil pelos experts da dti.

Ouça e acompanhe nas plataformas abaixo.

SoundCloud
Spotify
iTunes
M1: Bom dia, boa tarde, boa noite, este é mais um episódio de Enzimas – breves reflexões que te ajudam a catalisar o agilismo em sua organização. Pessoal, esse é o último Enzimas do ano e acho que é interessante, a gente sempre gosta de fazer uma reflexão quando está acabando o ano – e é óbvio, a gente está nesse ano de pandemia, uma coisa que parece quase um pesadelo, uma situação que a gente nunca imaginava que iria passar; a gente lê sobre essas coisas na história e agora a gente faz parte disso, e isso aí não deixa de ser extremamente assustador. Mas a grande reflexão que eu faço após esse ano – e, claro, grande reflexão no contexto do agilismo, no contexto das organizações – é como que a gente tem que entender, na minha visão, como o papel de cada pessoa, como colocar o ser humano no centro de tudo é cada vez mais e mais relevante. Ou seja, essa pandemia fez com que a gente tivesse que mudar os nossos modelos de trabalhos, trouxe uma mudança aceleradíssima na sociedade; empresas que desconfiam de seus funcionários foram obrigadas agora a confiar neles absolutamente, porque foi decretado o trabalho remoto. A realidade nova tende a ser uma realidade diferente; ao mesmo tempo, as pessoas ficando isoladas também sentem falta do contato social, e talvez não consigam agir da forma plena. Então, eu estou falando isso tudo porque eu acredito que a gente realmente tem que, cada vez mais, pensar em organizações que são totalmente centradas nas pessoas, que são totalmente centradas em criar condições para que essas pessoas possam prosperar, possam perseguir um propósito comum, possam trabalhar num ambiente de cobrança, mas de confiança, possam ter uma régua alta, uma barra alta, querem realmente entregar muito, mas sem estarem em cultura implacáveis, que as massacram. Acredito profundamente que as pessoas realmente precisam desse espaço e que, ao terem esse espaço, elas vão prosperar. E acho que esse momento de pandemia acabou mostrando isso muito claramente, porque ele mostra a fragilidade de cada um, a fragilidade da sociedade e a importância de a gente realmente conseguir obter, pegar o máximo potencial de cada um para prosperar junto. Então eu acho que essa seria a reflexão desse final de ano. E aproveita essa Enzima para desejar um ótimo ano novo para todos.
: :
os agilistas

Enzimas #83 Mensagem de fim de ano

Ficou com dúvidas?

contato@dtidigital.com.br
R. Antônio de Albuquerque, 330 – 14° andar
Savassi, Belo Horizonte – MG, 30112-010