Saiba tudo sobre cultura ágil pelos experts da dti.

Ouça e acompanhe nas plataformas abaixo.

SoundCloud
Spotify
iTunes
M1: Bom dia, boa tarde, boa noite. Este é mais um episódio de Enzimas: breves reflexões que te ajudam a catalisar o agilismo em sua organização.M2: Nessa semana, duas vezes, em algumas conversas que eu tive, acabou surgindo o conceito de via negativa, lá do Nassim Taleb, do (anti frágil) [00:00:22]. Eu não sei nem se o conceito é dele, mas eu li nesse contexto, e aí eu achei interessante fazer uma enzima sobre. Um jeito que você tem de melhorar é você deixar de fazer coisas que você já sabe que estão erradas, sabe? É como se você subtraísse coisas que não fazem sentido ao invés de tentar ter planos mirabolantes daquilo que vai dar certo. Então, estava em um contexto, por exemplo, de um feedback para uma pessoa, e não parecia tão claro como a pessoa iria conseguir ter um certo comportamento, mas era muito claro algumas coisas que essa pessoa poderia, por exemplo, deixar de fazer. Então, eu achei interessantecomentar isso aqui porque é mais um modelo, digamos assim, que a gente pode usar para certas situações onde a mudança é muito difícil e onde a gente quer inclusive fazer essa mudança sem correr tanto risco. Isso se aplica muito mesmo para certos ambientes que querem ficar ágeis. Muitas vezes você não sabe exatamente o que fazer, não sabe qual estrutura vai adotar, mas dá para cada um, no seu contexto, saber várias coisas que ele poderia deixar de fazer, um líder que poderia deixar de fazer um certo controle, um certo tipo de questionamento que ele faz com o time, por exemplo. Seria uma forma de, pela via negativa, começar a ficar ágil. Um colega, por exemplo, deixa de colaborar com um colega do lado por um interesse muito pessoal ou uma agenda pessoal, ele poderia simplesmente deixar de fazer isso. Então, é interessante como simplesmente subtraindo certos comportamentos, deixando de fazer certas coisas, a gente pode também ir mudando.
: :
os agilistas

Enzimas #72 – Via Negativa

Ficou com dúvidas?

contato@dtidigital.com.br
R. Antônio de Albuquerque, 330 – 14° andar
Savassi, Belo Horizonte – MG, 30112-010